Buriti: seus usos e benefícios no tratamento da pele


O fruto vermelho de polpa alaranjada oriundo de umas das palmeiras mais abundantes do país, também chamada de “árvore-da-vida” pelos povos indígenas, é uma espécie de origem amazônica que possui propriedades antioxidantes, vitaminas e minerais, os frutos do buriti foram e ainda são de fundamental importância na dieta de populações indígenas, devido, principalmente à grande quantidade de vitamina contida em sua polpa. O Buriti ainda possui diversas finalidades, sendo utilizado desde a polpa até as sementes. O óleo do buriti atua como potencializador da proteção solar e como fonte de carotenóides (previne doenças cardiovasculares), pró-vitamina A e vitamina E (tocoferóis), atua também como antioxidante natural em produtos cosmético, e em sua rica composição química, são encontrados também ácidos graxos oleicos, palmíticos e ácido ascórbico.


O óleo de buriti tem a função de lubrificar e regenerar a barreira hidrolipídica da pele frequentemente submetida a lesões, também quando usado em produtos pós-sol, o óleo de buriti evita danos provocados por radiação UV, justamente por apresentar propriedades fotoprotetoras, pode ser obtido de duas maneiras: através da semente do fruto ou a partir de sua polpa, que é prensada a frio para manter suas propriedades, pode ser usada na área alimentícia substituindo o óleo de cozinha em frituras, refogados e molhos, assim como suas funções medicinais que possui ação vermífuga, cicatrizante e natural.





0 visualização0 comentário