Os benefícios do Jambu na prática depilatoria



Os produtos de depilação vêm evoluindo cada vez mais, respondendo a uma necessidade cada vez maior do mercado consumidor, pesquisas vem se aprofundando no sentido de conseguir produzir exemplares que possam ser mais específicos para cada tipo de pele, para cada tipo de pelo ou para cada diferente local onde o produto será aplicado, de forma a conseguir satisfazer a grande diversidade desse público que consome tanto. Recorrer à epilação para dar um fim aqueles pelos indesejados é o que muitas pessoas têm feito hoje em dia, sem medo da dor ou do preconceito, mas tendo em mente simplesmente se sentirem mais satisfeitas consigo mesma ,o Instituto de Pesquisa Cunhatã realiza pesquisas na área cosmecêutica testando a eficiência do principio ativo extraído do jambu para práticas de uso popular, pois suas propriedades alnagésicas são muito conhecidas e usadas para dor de dente entre outros.

De acordo com o Instituo Cunhatã o Jambu como matéria ativa da pesquisa, em sua propriedade pode-se encontrar cálcio, fósforo, ferro, água, proteínas, lipídios, carboidratos, fibra, cinza, vitamina B1, B2, niacina, vitamina C e outros elementos químicos. Em seu uso fitoterápico tradicional as folhas e as flores do jambu são utilizadas no preparo de infusões para o tratamento da dispepsia, malária, infecções da boca e da garganta. É também recomendado contra a avitaminose C e como antibiótico e anestésico. Em decorrência de seu potencial terapêutico o jambu tem, atualmente, despertado o interesse por sua ação farmacológica.

Desta forma com este estudo verificou-se que o uso do jambu como princípio ativo anestésico tem sua eficiência, pois conforme sua experiência e prática vivenciada há alguns anos em seu consultório o jambu poderá trazer uma revolução no mercado cosmetológico por se tratar de um mercado em constante crescimento no Brasil, a elaboração de produtos pré e pós epilatórios e ceras quentes, o que seria uma revolução para este público que busca este tipo de tratamento estético trazendo assim resultados relevantes, como também conhecimentos aos profissionais que concentram-se na busca de mudar o conceito de epilação, uma vez que este produto por ser um processo dolorido, por muitas vezes agressivo à pele, é visto com uma certa rejeição.


2 visualizações0 comentário